Chegar a Raiz do Problema

Remover o pelo : Chegar à Raiz do Problema

Os nossos pelos normalmente são algo que tomamos como garantidos, estão lá quando quisermos, e quando não quisermos - podemos removê-los. Estas pequenas partes dos nossos corpos são muito mais complexos do que aparentam, pois são um sistema completo e complexo, e é necessário termos isto em mente ao pensarmos nos diferentes métodos de depilação.

Como Funciona a Depilação
Ao olhar para o diagrama, podemos imaginar exatamente aquilo que acontece quando usamos os diferentes métodos de depilação.

Lâmina
Quando nos depilamos com lâmina, esta corta o pelo mesmo acima da pele, mas deixa o resto do pelo saudável e pronto para voltar a crescer. Por esta razão é que bastam algumas horas para começarem a ser visíveis os primeiros vestígios de pelos, e uma questão de dias até que os pelos regressem.

Cremes Depilatórios
À semelhança da lâmina, os cremes dissolvem os pelos ao nível da superfície da pele, mas não afetam a raiz. Isto significa que com este método, os pelos irão regressar até quatro dias. A vantagem adicional com os cremes é que estes se infiltram até ao folículo em certa parte, por isso o pelo parte um pouco mais abaixo do que com a lâmina, e não deixa as pontas do pelo aguçadas.

Cera
A cera é uma forma de depilação que remove os pelos pela raiz. Por isso, voltando ao diagrama, o pelo é removido na totalidade, mesmo até ao bolbo. Isto significa que o folículo terá que iniciar um novo processo de crescimento do pelo desde o início, dando-te até quatro semanas até à próxima depilação.

Chegar à Raiz
Apenas ao observar este diagrama simplificado, podemos perceber porque é que alguns métodos de depilação são mais eficazes em certas pessoas. Se estás cansada da tua rotina de depilação, então pensa em algo que afete a totalidade do sistema do pelo e da raiz, ao invés de removeres somente o que é visível.

 Pelo

 

A. Haste Capilar[1]
B. Músculo Eretor do Pelo
C. Bolbo Capilar
D. Glândula Sebácea
E. Bainha Interna da Raiz
F. Papila Folicular